PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Pérolas

 

 
Joia br - 02 de setembro de 2013
 


Exposição em museu britânico mostra o uso das pérolas através da história.

Da redação - Um brinco de pérola usado por Charles I em sua execução em 1649, magnifíficas tiaras de pérolas da nobreza europeia e um colar de pérolas cultivadas presenteado a Marilyn Monroe por Joe DiMaggio, em 1954, estarão entre a incrível variedade de joias e outros objetos da exposição Pearls, que será inaugurada no dia 21 de setembro no Victoria and Albert Museum (V & A), em Londres.

Organizada em parceria com a Qatar Museums Authority (QMA), a mostra irá explorar a história das pérolas desde o início do Império Romano até os dias de hoje, e será o evento destaque do Ano Cultural Qatar - Reino Unido, comemorado em 2013.


Estarão reunidas mais de 200 peças de joalheria e obras de arte, demonstrando a extraordinária variedade de cores e formas de pérolas naturais e cultivadas, com a proposta de examinar como estas gemas têm sido utilizadas ao longo dos séculos, tanto no Oriente e no Ocidente, como um símbolo de status e riqueza em diferentes culturas, bem como as mudanças no design de joias com pérolas. O foco central é a representação de pérolas em joias através da história, mostrando peças da Roma antiga até obras contemporâneas.

A exposição começa com uma visão sobre a história das pérolas e do comércio de todo o Golfo Pérsico para a Europa e Ásia, abordando também os métodos de trabalho de mergulhadores em busca da preciosa gema.

Através de mitos e lendas sobre as pérolas e com exemplos de exemplos de ourivesaria romana e bizantina, a exposição narra seu uso como um sinal de poder e indicador de posição na sociedade.

Em tempos medievais, pérolas foram transformadas de símbolo de luxo e ostentação para símbolo de pureza cristã e castidade. Durante o Renascimento, pérolas começaram a ser usadas extravagantemente em joias e com destaque em um novo gênero de retratos (portraits) como um sinal de autoridade e extrema riqueza. Na exposição estarão pinturas e miniaturas apresentando nobres, cortesãs e comerciantes abastados da sociedade adornados com pérolas. Outros destaques incluem pérolas barrocas de formato incomum em joias de design marcante.


O fascínio pelas pérolas continuou no século XVIII.  Celebridades da época, como Maria Antonieta , sua mãe a Imperatriz Maria Teresa, Catarina, a Grande, e rainha Charlotte, usavam pérolas em guirlandas ou gargantilhas. No entanto, o uso não era restrito às mulheres; homens também portavam joias e acessórios com pérolas. Já na época vitoriana, pérolas frequentemente tinham significados simbólicos e sentimentais.

Composições delicadas de joias do estilo art nouveau decoradas com pérolas fazem contraste com a opulência de pérolas em sautoirs da moda das décadas de 20 e 30. Um broche de Art Deco por Fouquet (1937) era tão tão inovador para sua época quanto o design contemporâneo do joalheiro alemão Stefan Hemmerle (2011). As criações figurativas de Geoffrey Rowlandson (1999 ) e o uso complexo de pérolas no colar de Sam Tho Duong (2011) ilustram a diversidade de projetos de joias contemporâneas com pérolas.

A exposição Pearls fica em cartaz até 19 de janeiro de 2014 e vários eventos - palestras, seminários e workshops - estão programados entre os meses de setembro e dezembro, abordando temas como a formação e tipo das pérolas, história e moda.

Fotos: divulgação

 

© Copyright Joia br = É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, sem prévia autorização

 

 

voltar ao index de notícias