Telefone

+55 (11)3036-7890

E-mail

joia@joaibr.com.br

Horário de funcionamento

Mon - Fri: 7AM - 7PM

Exibindo: 1 - 2 de 2 RESULTADOS
Impostos

Quem Tem Direito a Receber a Restituição do IR?

Quer saber quem tem direito a receber a restituição do IR? Então, você está no lugar certo! Sabemos que as pessoas têm muitas dúvidas a esse respeito e, por isso, hoje criamos esse post que vai explicar detalhadamente quem tem direito a receber a restituição do IR. Continue conosco!

Quem Tem Direito a Receber a Restituição do IR: O Que é Imposto de Renda?

Antes de saber quem tem direito a receber a restituição do Imposto de Renda 2022, você precisa entender o que é esse imposto.

Imposto de Renda é o nome que se dá ao tributo pago anualmente pelos contribuintes à Receita Federal. Tanto as pessoas físicas quanto as pessoas jurídicas são obrigadas a realizar essa declaração, na qual deve-se declarar todos os recebimentos e gastos ao longo do ano.

  • Verifique aqui as datas do Imposto de Renda 2022 Cronograma Completo.

Existente no Brasil e também em diversos outros países, o IR tem como critérios orientadores:

  • A generalidade, que garante que a tributação alcance todos os contribuintes que aufiram renda e proventos.
  • A universalidade, que garante que todas as mutações patrimoniais, sejam elas positivas ou negativas, sejam computadas na base de cálculo do IR.
  • A progressividade, que garante que as alíquotas aplicáveis cresçam à medida que o montante tributável cresce. Em outras palavras, quanto maior forem os rendimentos, maior será o imposto pago.

Quem Tem Direito a Receber a Restituição do IR?

Agora que você entendeu o que é o Imposto de Renda, pode saber quem tem direito a receber através do calendário de restituição do IR 2022.

Todas as pessoas que pagaram imposto a mais durante o ano da declaração têm direito a receber a restituição.

É simples: o programa faz as contas e verifica se você deve muitas deduções como despesas médicas ou despesas com dependentes, por exemplo. Essas deduções geram descontos e, no final, você pode ter dinheiro a receber.

Geralmente, são programados sete lotes anuais de restituição. Esses lotes são divulgados pela Receita Federal e podem ser consultados no site oficial. Para fazer a consulta, basta digitar seu CPF, o ano da declaração e a data de nascimento.

A restituição Imposto de renda 2022 é sempre corrigida pela taxa Selic e uma vez a disposição do contribuinte não sofre mais alterações.

Caso o contribuinte tenha preenchido incorretamente seus dados bancários durante a declaração ou caso sua conta tenha sido encerrada até o momento de receber a restituição, o dinheiro volta para o banco e ele deve ir pessoalmente até o Banco do Brasil realizar o saque no prazo de até 1 ano.

Quem Recebe a Restituição do IR Primeiro?

A Receita Federal prioriza os seguintes grupos na hora de pagar a restituição do IR:

  • Idosos;
  • Pessoas com deficiência mental ou física;
  • Pessoas com moléstias graves.

Depois desses pagamentos, utiliza-se como critério de prioridade a data em que a declaração foi entregue. Caso você tenha caído na Malha Fina IR 2022 e entregou uma declaração retificadora, será utilizado a entrega dessa retificação como prioridade para o recebimento.

Agora você já sabe quem tem direito a receber a restituição do IR. Confira sempre o nosso blog para mais informações e esclarecimentos!

Impostos

Entenda vai funcionar a reforma tributária no Brasil

O Brasil já passou por algumas reformas tributárias e recentemente, o Governo Bolsonaro propôs modificações que podem estar alterando dados que você conhece sobre o imposto de renda. Confira abaixo como vai funcionar a reforma tributária no país:

O imposto de renda é um dos valores obrigatórios que devem ser pagos por alguns cidadãos brasileiros. Com as possíveis reformas tributárias sendo estudadas, os brasileiros precisam estar atentos ao que será ou não alterado no IRPF 2022 para efetuar a declaração de maneira correta e evitar cair na malha fina.

Mas quem estará sendo obrigado a cumprir com o IR este ano? De acordo com a Receita Federal, deverá realizar a declaração do imposto de renda o cidadão que:

  • Quem obteve, no ano de 2020, renda tributável superior a R$ 28.559,70;
  • Quem obteve renda tributável, não tributável ou isenta acima de R$ 40.000,00 no ano anterior;
  • Quem possuía bens como carros, esculturas e imóveis no valor igual ou superior a R$300.000,00;
  • Quem obteve renda brutal igual ou superior a R$ 140.619,55 com atividade rural;
  • Quem efetuou operação com bolsa de valores.

Os contribuintes que estiverem dentro das menções acima deverão estar realizando a declaração do IR em 2022 e precisam estar atentos as propostas de mudança da reforma tributária.

A primeira parte das mudanças previstas pelo atual Presidente Jair Bolsonaro e o atual Ministro da Economia Puo Guedes é unificar dos programas muito importantes para o trabalhador brasileiro: o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS).

A medida, em si, não prevê alterações no valor da contribuição, mas promete simplifica a forma de pagamento. Na verdade, muitos especialistas da área afirmam que a situação pode chegar a aumentar o valor dos impostos.

A próxima proposta, que estará dentro da reforma fatiada para os tributos, está relacionada à Receita Federal. De acordo com o secretário especial da Receita, José Tostes, haverá a simplificação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e a criação da tributação de dividendos para o Imposto de Renda para Pessoa Jurídica (IRPJ 2022).

Anteriormente, a maio proposta do Governo Bolsonaro para o imposto de renda era colocar um fim nas deduções do IR, mas a medida não foi confirmada. As deduções do IR podem incluir gastos médicos, gastos com educação e a declaração de dependentes legais.

Por último, a reforma tributária estará reduzindo, ou até, acabando com a contribuição patronal de 20% aplicada à folha de pagamento de salários e estará promovendo a criação de uma nova CPMF.